Concepções de ensino em livros didáticos de biologia: um recorte temporal (1923 a 2004)

Elivelto Richter, Roque Ismael da Costa Güllich, Erica do Espirito Santo Hermel

Resumo


Este artigo apresenta e problematiza uma pesquisa que busca reconhecer as concepções de ensino presentes em autores de livros didáticos de Biologia, considerando as obras publicadas no Brasil entre 1923 e 2004. Foram analisados o enredo de 15 livros, classificando-se as concepções de ensino em técnica, prática e emancipatória. As concepções técnicas dos autores foram identificadas em 10 de 15 dos livros analisados. As concepções emancipatórias prevaleceram em 3 de 15 dos livros. Em 2 entre 15, dos livros os autores apresentaram concepções práticas de ensino. Analisar e conhecer as concepções de ensino é essencial para refletir sobre os projetos pedagógicos presentes nos livros didáticos de Biologia, e assim formar uma visão histórica e pregressa dos princípios vinculados ao ensino de Biologia, desenvolvido por meio do livro didático.


Palavras-chave


Ensino de Biologia; Currículo; Material Didático; Ensino crítico

Texto completo:

PDF


DOI: 10.3895/rtr.v2n1.6057

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 CC-BY

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

_______________________

ISSN: 2525-6475

Indexadores, bases de dados e buscadores: Latindex | ERIH PLUS | Sumarios.org | LivRe - Revistas de acesso livre | Academia.edu | WorldCat | EZB Electronic Journals Library | The WZB Berlin Social Science Center | Universitätsbibliothek Leipzig: Elektronische Zeitschriften | Hochschule Zittau/Görlitz | Elektronische Zeitschriftenbibliothek - Universität Hamburg | Berufsakademie Sachsen: BA Sachsen | Diadorim

Indexador de métricas: Google Acadêmico

ft_peri

Av. Sete de Setembro, 3165 - Rebouças CEP 80230-901 - Curitiba - PR - Brasil

logo_utfpr