Necessidades formativas e condições de trabalho: desafios dos professores iniciantes em uma universidade pública

Nayana Cristina Teles

Resumo


Este estudo se propõe a investigar as condições de trabalho e as necessidades formativas de professores dos cursos de licenciatura que estão iniciando sua trajetória docente no ensino superior. Foram entrevistados dois professores de uma universidade pública federal. Os principais resultados apontam que o processo de inserção profissional dos docentes não foi acompanhado de ação institucional; sua atuação está amparada nas representações sobre a docência construídas ao longo da trajetória acadêmica e reproduzidas de forma acrítica; e as necessidades formativas, quando percebidas, estão dissociadas do processo ensino-aprendizagem dos estudantes. Daí concluirmos a necessidade de programas de inserção à docência e de formação continuada institucionalizados e direcionados aos professores.



Palavras-chave


professor iniciante, condições de trabalho, necessidades formativas

Texto completo:

PDF


DOI: 10.3895/rtr.v1n1.3976

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 CC-BY

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

_______________________

ISSN: 2525-6475

Indexadores, bases de dados e buscadores: Latindex | ERIH PLUS | Sumarios.org | LivRe - Revistas de acesso livre | Academia.edu | WorldCat | EZB Electronic Journals Library | The WZB Berlin Social Science Center | Universitätsbibliothek Leipzig: Elektronische Zeitschriften | Hochschule Zittau/Görlitz | Elektronische Zeitschriftenbibliothek - Universität Hamburg | Berufsakademie Sachsen: BA Sachsen | Diadorim

Indexador de métricas: Google Acadêmico

ft_peri

Av. Sete de Setembro, 3165 - Rebouças CEP 80230-901 - Curitiba - PR - Brasil

logo_utfpr