Tendências das pesquisas em formação continuada de professores em educação ambiental no Brasil

Leiri Valentin, Luiz Marcelo Carvalho

Resumo


Neste artigo procuramos sistematizar parte dos resultados da pesquisa de doutorado da primeira autora, que teve como objetivo principal, analisar, em uma perspectiva panorâmica, tendências da pesquisa sobre processos de formação continuada de professores em Educação Ambiental (EA). Procuramos também explorar, em uma perspectiva analítica, possíveis significados e sentidos a partir dessa produção acadêmica sobre essa prática formativa. Neste texto, em particular, sistematizamos as análises relacionadas com um dos aspectos da formação discursiva no campo da pesquisa em formação continuada de professores em EA, ou seja, os objetivos e intenções de pesquisa explicitadas pelos pesquisadores. A pesquisa que se insere no conjunto de investigações denominadas de “estado da arte” ou “estado do conhecimento”, foi realizada por meio de análise documental, tendo como corpus documental de análise teses e dissertações em EA concluídas no Brasil, no período compreendido entre 1981 a 2012, e focando a temática em questão. A análise das teses e dissertações, vistas como um gênero particular do discurso acadêmico tomou como orientação geral as ideias de Bakhtin e seu círculo, bem como o conceito, reconfigurado, de formação discursiva, a partir do dialogismo bakhtiniano. A leitura e análise dos enunciados que fazem referência aos objetivos e questões de pesquisa nos permitiu explorar significados e sentidos sobre a pesquisa em formação continuada de professores, considerando três conjuntos, a saber: trabalhos que remetem a objetivos que focam processos de produção de conhecimentos; trabalhos que remetem a objetivos que focam ações formativas; e trabalhos que remetem a objetivos que focam ora para processos de produção de conhecimento ora para ações formativas. Um dos aspectos que mais nos chamou atenção na análise das pesquisas foi a falta de clareza ou de discernimento nos textos analisados ao indicar, no trabalho de investigação suas intenções de pesquisa. Pelas análises realizadas, e considerando alguns dos trabalhos incluídos no corpus documental desta pesquisa, observou-se que, em certa medida, os objetivos de pesquisa explicitados nos textos se limitaram a ações de formação docente pautadas na prática imediata, deixando de lado intenções e questionamentos mais de fundo e de espectro mais amplo que pudessem conduzir à produção de conhecimentos. No entanto, merece destaque o fato de que algumas perspectivas que podemos considerar como avanços na pesquisa em formação continuada em EA, também são perceptíveis em investigações, que consideram as possíveis articulações entre ações de produção de conhecimento e ações de práticas pedagógicas diversificadas. Tais perspectivas abrem e apontam para investigações que podem ser vistas como significativas para as tentativas de associações entre produção de conhecimento e possibilidades de fomentar processos de transformação social.


Palavras-chave


Educação ambiental; Formação continuada;Teses e dissertações

Texto completo:

PDFA


DOI: 10.3895/actio.v5n2.12324

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 ACTIO: Docência em Ciências

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

A ACTIO adota licenciamento  Creative Commons do tipo CC-BY 4.0

Redes Sociais:

facebook                             


                   


ft_peri

Av. Sete de Setembro, 3165 - Rebouças CEP 80230-901 - Curitiba - PR - Brasil

logo_utfpr