O uso de haicais no ensino de química: interdisciplinaridade e ludicidade na articulação entre ciências e literatura

Gustavo Pricinotto, Alessandra Mayra de Lima, David Junior Falkowski

Resumo


A dificuldade com a leitura dos alunos preocupa professores de todas as disciplinas e de todos os níveis do Ensino Básico, e não passa despercebida pelos professores de Química, pois tal inconveniente afeta diretamente na compreensão dos alunos tanto para os conteúdos químicos, quanto para formação de cidadãos que visa a transformação social. O Haicai na disciplina de Química se apresenta como possibilidade de articular disciplinas tidas como dissociadas, buscando trabalhar a síntese de conteúdos na visão dos alunos, promovendo a escrita de maneira leve, porém, carregada de significados que foram analisados neste trabalho. Existem diferentes maneiras de promover leitura e escrita dentro de uma sala de aula, e com esse trabalho é possível observar que essas duas ferramentas são fundamentais para o processo de ensino/aprendizagem, partindo de uma aula contextualizada de Química e atingindo poemas que falam sobre Química e conscientização.

Palavras-chave


Leitura; Haicai; Ensino; Química; Criatividade.

Texto completo:

PDFA


DOI: 10.3895/actio.v5n3.11687

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 ACTIO: Docência em Ciências

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

A ACTIO adota licenciamento  Creative Commons do tipo CC-BY 4.0

Redes Sociais:

facebook                             


                   


ft_peri

Av. Sete de Setembro, 3165 - Rebouças CEP 80230-901 - Curitiba - PR - Brasil

logo_utfpr