Análise do processo de alfabetização científica em crianças em espaços de educação não formal e divulgação da ciência

Graziele Scalfi, Amanda Cristina Teagno Lopes Marques, Cynthia Iszlaji, Barbara Milan, Jessica Norberto Rocha, Martha Marandino

Resumo


Entendemos a Alfabetização Científica (AC) como um direito dos cidadãos e um processo que ocorre ao longo da vida em diferentes espaços educacionais. Partimos do pressuposto de que também a criança, entendida como sujeito ativo, partícipe e produtora de cultura, pode ser considerada um sujeito da AC, via a promoção de diálogo entre culturas infantis e cultura científica. O objetivo do trabalho é, com base na ferramenta teórico-metodológica de Indicadores de Alfabetização Científica, analisar a aplicabilidade da ferramenta para o estudo e a avaliação de ações educativas e de divulgação científica para crianças. A ferramenta é composta por quatro indicadores (Científico, Interface social, Institucional e Interação) e seus atributos. Apresentamos os indicadores articulados com aspectos da infância e, apoiados em resultados de estudos empíricos, utilizamos a ferramenta para exemplificar e discutir seu uso para análise de ações educativas em espaços de educação não formal. Ao final, discutimos o papel da ferramenta no processo de avaliação e planejamento de ações educativas e de divulgação científica, com vistas à promoção da AC das crianças.

Palavras-chave


Alfabetização Científica; Criança; Indicadores; Educação Não Formal.

Texto completo:

PDFA


DOI: 10.3895/actio.v4n3.10533

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 ACTIO: Docência em Ciências

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

A ACTIO adota licenciamento  Creative Commons do tipo CC-BY 4.0

Redes Sociais:

facebook                             


                   


ft_peri

Av. Sete de Setembro, 3165 - Rebouças CEP 80230-901 - Curitiba - PR - Brasil

logo_utfpr