Visões acerca da natureza da ciência de formandos em licenciatura em química

Khalil Oliveira Portugal, Fabiele Cristiane Dias Broietti

Resumo


A ideia de Ciência como conhecimento neutro, racional, construído indutivamente a partir de experimentos objetivos vem sendo criticada desde o começo do século XX. Nesse contexto investigativo várias pesquisas têm considerado a Ciência como formada por uma diversidade de aspectos, como sua natureza empírica, criativa, guiada por concepções prévias, influenciada e influenciadora da sociedade, etc. Neste artigo, são apresentadas algumas compreensões de formandos de licenciatura em Química, acerca da Natureza da Ciência. Para a coleta de dados foi aplicado o questionário Views of Nature of Science em sua forma C (VNOS-C) e realizada uma entrevista com os estudantes para analisar as respostas de cada sujeito, à luz dos aspectos da Natureza da Ciência descritos por Lederman et al. (2002), que foram tomados como categorias a priori. A análise de cada aspecto permitiu a elaboração de um quadro com a descrição da visão de cada estudante acerca de cada aspecto e, posteriormente, foi possível observar um quadro geral das visões destes estudantes. Este estudo soma-se a outros que observam a necessidade da discussão acerca da Natureza da Ciência ao longo da formação docente, ao evidenciar que alguns aspectos ainda são incompreendidos por estudantes prestes a se formar.

Palavras-chave


Natureza da Ciência; Formação Docente; Aspectos da Ciência.

Texto completo:

PDFA HTML


DOI: 10.3895/actio.v5n1.10402

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 ACTIO: Docência em Ciências

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

A ACTIO adota licenciamento  Creative Commons do tipo CC-BY 4.0

Redes Sociais:

facebook                             


                   


ft_peri

Av. Sete de Setembro, 3165 - Rebouças CEP 80230-901 - Curitiba - PR - Brasil

logo_utfpr