Investigação quanto aos índices de conforto térmico em uma indústria de sorvetes

Stela Xavier Terra, Jessica Rodrigues Paiva Ferreira, Larissa Baladam Campos, Mariana Matos Coelho, Luis Antonio dos Santos Franz

Resumo


O presente trabalho realizou um estudo de caso em uma empresa familiar de pequeno porte da indústria de alimentos no setor de produção de uma empresa de pizzas e sorvetes. O objetivo deste estudo é de aplicar os conceitos de conforto térmico identificando melhorias nas condições de conforto térmico no ambiente de trabalho para os colaboradores. Para tal, foi realizada uma pesquisa de campo para coleta de dados sobre o conforto térmico por meio da realização de leituras para temperaturas através do medidor de stress térmico TGD-200, durante quase duas horas em intervalos de 10 minutos. Após feita a coleta, os dados foram utilizados em uma ferramenta online com o propósito de calcular índices de conforto térmico e foi gerado um gráfico para análise. Com os resultados foi constatado que ao longo de algum tempo há sensação térmica levemente fria no ambiente para o posto de trabalho analisado e isso faz com que haja perda de capacidade na eficiência de trabalho podendo até gerar riscos ocupacionais como doenças de frio. Assim esse estudo propõe algumas medidas para melhorar o conforto térmico dos ocupantes do posto de trabalho no ambiente de produção de sorvetes.

Palavras-chave


Indústria de Alimentos; Conforto Térmico; Riscos Ocupacionais

Texto completo:

PDF


DOI: 10.3895/gi.v15n1.8394

Direitos autorais 2019 CC-BY

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

ISSN: 1808-0448
ft_peri

Av. Sete de Setembro, 3165 - Rebouças CEP 80230-901 - Curitiba - PR - Brasil

logo_utfpr