Gestão ambiental aplicada a postos de abastecimento de combustíveis

Diogens Marco de Brito da Cruz, Lucas Magno Neris, Jeane Denise de Souza Menezes

Resumo


O comércio varejista de postos de combustíveis apresenta parcela significativa na estatística de empresas poluidoras do meio ambiente. Por conta desse aspecto, esse segmento tem buscado atender a duas vertentes: o manuseio de produtos derivados do petróleo e a interação harmoniosa com o meio ambiente. Nesse contexto, surgiu a necessidade de se analisar e identificar a interação dessas entidades com o meio ambiente e mostrar quais medidas mitigadoras são adotadas para minimizar os impactos ambientais. Para tanto, este trabalho consiste em estudo de caso em um posto de combustível em uma cidade do Litoral Norte da Bahia com objetivo de verificar e analisar as principais medidas de gestão ambiental adotadas por esse estabelecimento, tendo como referência a legislação vigente. Foram utilizados para o estudo de caso dados qualitativos aliados a uma entrevista estruturada, utilizando também a técnica de observação para uma melhor análise do tema. Os resultados apontaram que o estabelecimento em estudo realiza tratamento de alguns resíduos e efluentes gerados pelas atividades exercidas, no entanto carece de seguir itens importantes preconizados pela legislação. Contudo, ficou constatado que o estabelecimento está em fase inicial de implantação da gestão ambiental buscando atender integralmente a legislação vigente.


Palavras-chave


Legislação Ambiental; Gestão Ambiental; Postos de Combustíveis.

Texto completo:

PDF


DOI: 10.3895/gi.v14n4.7655

Direitos autorais 2018 CC-BY

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Gestao Industrial - Journal  (Revista Gestão Industrial)

ISSN: 1808-0448

ft_peri

Av. Sete de Setembro, 3165 - Rebouças CEP 80230-901 - Curitiba - PR - Brasil

logo_utfpr