Proposta de redução de tempo de setup em máquinas de testes de durabilidade em uma empresa forncedora de autopeças com o uso de conceitos SMED e padronização

Lucas Verzenhassi Toledo, Matheus de Moraes, Ivan Correr

Resumo


Devido à concorrência atual, as organizações perseguem incansavelmente a otimização dos processos, com a eliminação de desperdícios, redução de custos, aumento de produtividade e qualidade através de conceitos como: Lean Manufacturing, que visa reduzir os desperdícios; Conceitos do SMED, que visa a diminuição do tempo de setup; e Padronização, que visa normalizar, esquematizar e metodizar atividades. Neste contexto, o presente artigo visa apresentar uma proposta de melhoria para redução do tempo de setup das máquinas de testes de durabilidade em uma empresa fornecedora de autopeças, baseando-se nos conceitos da ferramenta SMED e métodos de padronização das atividades de setup. Para isso, foi utilizada a metodologia da pesquisa-ação, construindo hipóteses, coletando e analisando dados para a resolução do problema em estudo. Estima-se uma redução de 55% do tempo médio das operações de setup e maior confiabilidade no processo com a padronização das atividades, evidenciando a importância dos conceitos propostos.


Palavras-chave


Setup; SMED; Padronização.

Texto completo:

PDF


DOI: 10.3895/gi.v14n3.7373

Direitos autorais 2018 CC-BY

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

ISSN: 1808-0448
ft_peri

Av. Sete de Setembro, 3165 - Rebouças CEP 80230-901 - Curitiba - PR - Brasil

logo_utfpr