A INFLUÊNCIA DA ERGONOMIA EM MELHORIAS PRODUTIVAS UTILIZANDO A EQUAÇÃO NIOSH

Emerson da Silva Moreira, Luiz Eduardo Nicolini do Patrocinio Nunes

Resumo


As posturas são fatores que influenciam a estrutura óssea das pessoas, este estudo mostra a necessidade de uma boa postura, para o desenvolvimento de uma atividade vêm desde a antiguidade e chega aos dias atuais, exemplos de melhorias referenciado a Bernardino Ramazzini, sendo o primeiro a escrever sobre doenças ocupacionais, suas conseqüências para o organismo, mostrando ferramentas adequadas para cada atividade, gerando ganhos produtivos, com menores impactos para a saúde, segurança, para o corpo humano.

A estrutura da coluna vertebral e o impacto quando levantamos ou movimentamos objetos, peso acima de 4 kg já é considerado elevado para a manipulação, podendo causar danos ao tecido muscular, apresenta uma ferramenta identificada como Equação de Levantamento Revisado do National Institute for Occupational Safety and Health (NIOSH), criado na década de 80 e revisado em 90, tendo como finalidade identificar critérios epidemiológicos, psicológicos, biomecânicos e fisiológico e encontrar condições para identificar o Limite de Peso Recomendável (LPR) para a atividade e assim identificar um Índice de Levantamento (IL) que é encontrado com a divisão da carga pelo LPR, chegando a um valor que define o risco de lesão ao trabalhador. Apresenta uma aplicação real, a atividade inicial, seus riscos, melhorias e o aumento no limite do peso a ser movimentado e a redução do risco de lesão por parte do trabalhador. Este trabalho mostra que em uma boa analise ergonômica podemos movimentar cargas mais pesadas e com menos riscos, ampliando a produtividade, reduzindo o absentismo e afastamentos decorrentes deste motivo. 


Palavras-chave


Ergonomia; Equação de Levantamento Revisado NIOSH; Doenças Ocupacionais

Texto completo:

PDF


DOI: 10.3895/gi.v12n4.4537

Direitos autorais 2017 CC-BY

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

ISSN: 1808-0448
ft_peri

Av. Sete de Setembro, 3165 - Rebouças CEP 80230-901 - Curitiba - PR - Brasil

logo_utfpr