Avaliação de alunos ingressantes em um instituto de treinamento quanto à força e resistência dinâmica do core

Ricardo Itria Moraes, Mauro Antonio Guiselini, Patrícia Colombo de Souza, Carolina Nunes França

Resumo


 

OBJETIVO: Comparar, entre ingressantes de um instituto de treinamento, o padrão de movimento com a força e resistência dinâmica do core (musculatura profunda do tronco), por meio de testes funcionais.

MÉTODOS: Foram avaliados 1.761 alunos ingressantes em um instituto de treinamento personalizado, quanto ao padrão de movimento e força e resistência do core.

RESULTADOS: A idade mediana (intervalo interquartis) dos avaliados foi de 31 (22-41), sendo que 58% corresponderam ao gênero feminino. As mulheres apresentaram melhores índices de força, enquanto que os homens mostraram melhor resistência na musculatura relacionada ao core. Os homens apresentaram melhor desempenho no agachamento, enquanto que as mulheres tiveram melhor desempenho no avanço (movimento mais específico e complexo).

CONCLUSÕES: O treinamento específico da musculatura do core mantém íntima associação com as variáveis interdependentes que auxiliam sua função, sobretudo a resistência do core.


Palavras-chave


Treinamento funcional; Força muscular; Resistência muscular; Postura global.

Texto completo:

PDF


DOI: 10.3895/rbqv.v9n1.5063

Direitos autorais 2017 CC-BY

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
ft_peri

Av. Sete de Setembro, 3165 - Rebouças CEP 80230-901 - Curitiba - PR - Brasil

logo_utfpr