Mediações pedagógicas em uma biblioteca pública escolar de Manguinhos

Sabrine Lino Pinto, Sônia Cristina Vermelho

Resumo


Este estudo teve como foco as mediações pedagógicas utilizadas por professores de diversas áreas e a bibliotecária no espaço da biblioteca de uma escola pública da cidade do Rio de Janeiro e se articula com o desafio de motivar e atrair o aluno para o que é ensinado em sala de aula e estimular os professores a pôr em prática técnicas e ferramentas diferenciadas do cotidiano para motivar seus alunos. Nesse contexto, buscamos analisar se esse espaço se apresenta como um potencial de articulação dos conteúdos trabalhados em sala de aula, do ensino fundamental e as possibilidades de construir experiências de aprendizagem do conhecimento científico no contexto de vulnerabilidade social e, assim, poder contribuir para uma educação emancipadora. As mediações na biblioteca utilizaram o acervo e o espaço disponíveis na escola, estimuladas pela leitura de obras literárias dos mais diversos gêneros e da produção de textos e atividades realizadas pelos alunos. É um estudo que se caracteriza como uma pesquisa qualitativa, do tipo pesquisa-formação ou participante, com o uso de diário de campo obtido por meio das observações das atividades realizadas na biblioteca durante o ano de 2017. Por meio de resultados preliminares, podemos sintetizar que a biblioteca se apresenta como um local de excelência dentro da escola, seja para estudar, como local de ação cultural ou espaço potencial para os professores utilizarem em suas práticas pedagógicas, como extensão da sala de aula, embora haja fragilidades e obstáculos.


Palavras-chave


Biblioteca pública escolar; educação (estudo e ensino); mediação

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 CC-BY-NC

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.
ft_peri

Av. Sete de Setembro, 3165 - Rebouças CEP 80230-901 - Curitiba - PR - Brasil

logo_utfpr