Geoacumulação de metais em sedimentos de ambientes aquáticos brasileiros, uma revisão e comparação entre um lago do norte do paraná e demais localidades

Luciane Maria Vieira, Sandro Froehner, Guilherme de Paula, Maria Cristina Rodrigues Halmeman

Resumo


A avaliação da qualidade ambiental histórica de ambientes aquáticos pode ser medida pela concentração de poluentes presentes nos sedimentos de fundo. A análise de sedimentos em testemunhos traz um indicativo do período de contaminação. A geacumulação por metais pesados e elementos traços em testemunhos é medida por índices já consolidados na literatura mundial. Neste trabalho está apresentada uma revisão de estudos de índices de geoacumulação de sedimentos em diferentes ambientes aquáticos brasileiros e ainda uma comparação com um ambiente presente no Norte do Estado do Paraná. Os resultados mostraram que os ambientes aquáticos presentes em regiões de intensa atividade antrópica (como regiões portuárias ou industriais) possuem índices de geoacumulação mais elevados, porém o ambiente estudado no norte do estado do Paraná encontra-se em constante contaminação, em especial nas últimas décadas pelos metais Pb, Mg e Zn.


Palavras-chave


sedimentos de testemunhos; geoacumulação, ambientes aquáticos; Igeo; FE.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 CC-BY-NC

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

 
ft_peri

Av. Sete de Setembro, 3165 - Rebouças CEP 80230-901 - Curitiba - PR - Brasil

logo_utfpr