Compatibilização de reuso de efluentes tratados em Campo Mourão-PR

Thiago Augusto de Morais, Rafael Montanhini Soares de Oliveira, Eudes José Arantes, Michele Saturnino de Sá

Resumo


Este artigo objetivou apresentar uma possibilidade do reuso de efluentes sanitários tratados pela Estação de Tratamento de Esgotos municipal de Campo Mourão-PR como um recurso a ser explorado. Para tanto, foi realizado um levantamento bibliográfico sobre as tendências globais e aplicações, bem como a elaboração de um mapa de uso e ocupação do solo na bacia do Rio do Campo, pertencente à área de estudo. Assim, foi possível compatibilizar a oferta de efluentes e a possível demanda para a agricultura que é a atividade predominante no território, ocupando mais de 70% da área total da bacia hidrográfica estudada. O cultivo da soja, especialmente, é de grande importância econômica para a região e há estudos que corroboram a utilização de efluentes tratados como fonte de nutrientes para a cultura em substituição à fertilizantes industrializados. Comparando-se a oferta de efluentes que é de aproximadamente 360 m³/h e os nutrientes contidos nestes, é possível reutilizar esse recurso para suprir a demanda de NPK de até 523 hectares de soja. Dessa forma, o investimento em sistemas de reuso pode acarretar benefícios econômicos e ambientais.

Palavras-chave


reuso de água; estação de tratamento de esgotos; efluentes

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 CC-BY-NC

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

 
ft_peri

Av. Sete de Setembro, 3165 - Rebouças CEP 80230-901 - Curitiba - PR - Brasil

logo_utfpr