POTENCIAL TECNOLÓGICO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE: UM PANORAMA TRAÇADO A PARTIR DAS BOLSAS DE PRODUTIVIDADE DO CNPQ

José Wendel dos Santos, Edmara Thays Neres Menezes, Mairim Russo Serafini, Gabriel Francisco da Silva

Resumo


No Brasil o apoio à atividade científica é mais comumente realizado por órgãos públicos como a Coordenação de Aperfeiçoamento Pessoal e Nível Superior (CAPES) e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) através de bolsas, dentre essas se destacam as bolsas de produtividade em pesquisa e em desenvolvimento tecnológico, que são consideradas um termômetro para a produção científica de um pesquisador. Objetivando verificar se as políticas públicas de apoio ao desenvolvimento científico e tecnológico tem sido eficaz buscou-se traçar um panorama da pesquisa e inovação na Universidade Federal de Sergipe com base nos dados de bolsistas de produtividade do CNPq com o intuito de verificar as ações em pesquisa, desenvolvimento tecnológico e inovação. Destaca-se no estudo realizado a experiência positiva da Universidade Federal de Sergipe com os bolsistas de produtividade do CNPq apresentando os números crescentes de ativos tecnológicos o que pode ser considerado um indicador do correto uso do recurso de fomento. 


Palavras-chave


universidades; pesquisa tecnológica; ativos tecnológicos; bolsas de produtividade.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 CC-BY-NC

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

 
ft_peri

Av. Sete de Setembro, 3165 - Rebouças CEP 80230-901 - Curitiba - PR - Brasil

logo_utfpr