Avaliação dos laboratórios de ciências dos colégios estaduais de Quedas do Iguaçu, Paraná

Tiago Antonio Lisot, Larissa de Bortoli Chiamolera Sabbi

Resumo


As aulas práticas de biologia trazem a teoria para o mundo real, favorecendo a superação de conceitos que transitam no campo da imaginação. A curiosidade nata dos estudantes propicia este tipo de prática, permitindo ao educador explorá-la quando necessário. O laboratório passa a ser o local de referência para essas aulas, não exclusivo. Nessa perspectiva, os objetivos deste trabalho são de avaliar as condições de acessibilidade e permanência nos laboratórios de ciências, os materiais e equipamentos disponíveis, a frequência de utilização pelos professores da disciplina e a infraestrutura destes espaços didáticos. A ausência deste espaço ou as más condições estruturais podem desanimar os professores na sua utilização. Foram avaliados neste trabalho, com o uso de um questionário, 14 colégios estaduais do município de Quedas do Iguaçu. Dos colégios visitados, apenas 28,5%, ou seja, quatro colégios possuem laboratório de ciências, sendo que destes apenas três com infraestrutura e materiais adequados para utilização. Constatou-se que em um o laboratório é demasiadamente pequeno e, em outro, o laboratório serve para depósito de materiais escolares. Quanto à acessibilidade e permanência 50% dos laboratórios apresentam escadas, nos demais o espaço é reduzido e as portas pequenas dificultam a entrada e saída dos estudantes.

Palavras-chave


Biologia; Laboratório; Aulas práticas; Ensino.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 CC-BY-NC

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

 
ft_peri

Av. Sete de Setembro, 3165 - Rebouças CEP 80230-901 - Curitiba - PR - Brasil

logo_utfpr