Tendências para o ensino de história num contexto de inovações tecnológicas

Gisele Terci Parecido Gerling, André Sandmann

Resumo


Ao longo dos anos pesquisadores na área de história passaram a analisar reflexivamente suas evidências no contexto da educação formal, e passou-se, desta maneira, a abordar-se e a se preocupar não só com a avaliação e com o conhecimento da vida de poucos homens ou com as ações isoladas ou vontades individuais de poderosos, mas também com a dimensão das ações coletivas, das lutas por mudanças, dos valores e perspectivas de grupos sociais, dos costumes que permaneceram ou que se modificaram, noções e percepções que ultrapassam os mecanismos políticos e econômicos. É importante que o professor planeje suas aulas de forma a integrar os conhecimentos que o aluno traz de sua vivência e suas experiências e desafios que contribuam para aprofundar sua percepção e leitura do mundo. É preciso articular a experiência dos alunos com o mundo em que se ensina História. Por isso é importante aproveitar as aulas de História para incorporar novos referenciais teóricos à elaboração de materiais didáticos ou à prática pedagógica, utilizando as novas tecnologias para propiciar novas concepções de ensino-aprendizagem. A pesquisa é de caráter bibliográfico, onde foi procurado por textos, artigos, dissertações, livros, revistas de história, onde farei uma coleta de informações a cerca do tema. O texto está embasado nas ideias de SILVA; FONSECA (2007), KARNAL (2009), SCHIMIDT; CAINELLI (2010), entre outros.


Palavras-chave


Ensino; sala de aula; metodologias

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 CC-BY-NC

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

 
ft_peri

Av. Sete de Setembro, 3165 - Rebouças CEP 80230-901 - Curitiba - PR - Brasil

logo_utfpr