Alienação parental: a interferência na educação

Adriana Fátima de Suza Reginatto, Vanessa Hlenka

Resumo


A alienação parental, mesmo sendo um problema antigo, demorou para começar a ganhar espaços para discussões. É preciso ter conhecimento das consequências que os atos alienatários podem acarretar, bem como da lei que ampara aqueles que são afetados pela alienação. Antes os pais se separavam se denegriam até tomarem um novo rumo suas vidas com novos companheiros. Não se davam conta de que problemas que o filho desenvolveu ou passou podem ter sido decorrentes de brigas e denegríveis atos em sua presença, podendo ser carregados para a vida toda, refletindo em sua vida adulta, muitas vezes repetindo os mesmos erros dos pais com seus filhos no futuro. Então com o amparo da Constituição Federal, o Estatuto da Criança e do Adolescente - ECA e a Lei 12.318/10 se pode entender as consequências de atos e omissões feitas no rompimento da sociedade conjugal. Pois muitas vezes quem mais sofre é a própria criança ou adolescente, e os reflexos são sentidos na vida pessoal, escolar e no futuro profissional. 


Palavras-chave


Família; Escola; Amparo Legal

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 CC-BY-NC

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

 
ft_peri

Av. Sete de Setembro, 3165 - Rebouças CEP 80230-901 - Curitiba - PR - Brasil

logo_utfpr