A formação crítica por meio de práticas pedagógicas que estimulem a autonomia

Andiara Drielli de Oliveira, Kátia Cardoso Campos Simonetto

Resumo


Este artigo se constitui em um trabalho de conclusão do curso de especialização na modalidade lato senso em Educação: Métodos e Técnicas de Ensino, ofertado pela Universidade Tecnológica do Paraná, e pretende apresentar os resultados de um projeto desenvolvido pela autora do presente artigo, e realizado no ano de 2014, com crianças do 4º ano da Escola Municipal Jorge Amado, em Foz do Iguaçu, que diante da constatação do comportamento acomodado dos alunos e da falta de autoconsciência dos mesmos quanto a sua participação ativa na construção social, visava oportunizar aos alunos uma experiência educacional para desenvolver autonomia, buscar analisar criticamente as contradições da sociedade e estimular sua participação ativa enquanto seres históricos. O projeto tratou de não só analisar o contexto, mas interferir na atuação da escola, trazendo a realidade social dos alunos como elemento de discussão, pesquisa e aprofundamento, com ênfase na necessidade de uma formação que desenvolvesse a autonomia dos alunos, a necessidade de pensar a sociedade e mover ações para transformá-la.  


Palavras-chave


apoio; aprendizagem; autonomia; práticas

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 CC-BY-NC

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

 
ft_peri

Av. Sete de Setembro, 3165 - Rebouças CEP 80230-901 - Curitiba - PR - Brasil

logo_utfpr