Feyerabend e Bourdieu: pensamentos diferentes e objetivos comuns

Mônica Helena Harrich Silva Goulart

Resumo


O presente ensaio se constitui de uma tentativa de aproximação epistemológica entre Pierre Bourdieu e Paul Feyerabend na medida em que cada um, em sua área específica de conhecimento, promoveu novas possibilidades para o desenvolvimento da investigação científica e também na forma pela qual o cientista pode compreender seu objeto de estudo. Cada um à sua maneira procurou apontar novas questões em torno da ciência e do tratamento de seu objeto. Contemporâneos do século XX, passaram pelos principais eventos sociais, políticos e culturais do período. A inquietude de ambos os levou a romper barreiras e a produzir críticas em torno das visões tradicionais de suas áreas de estudo. Dessa forma, nos propomos, dentro das devidas circunscrições, apontar a proximidade entre estes autores uma vez que foram figuras relevantes não só para o meio acadêmico, através das obras e estudos produzidos, mas também por suas atitudes encorajadoras de ver o conhecimento e produzi-lo a partir de novos caminhos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 CC-BY-NC

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

 
ft_peri

Av. Sete de Setembro, 3165 - Rebouças CEP 80230-901 - Curitiba - PR - Brasil

logo_utfpr