Turnos de rega e polímero hidro retentor na qualidade de frutos de melancia em condições de semiárido

Raví Emanoel de Melo, Antonio Edson Brandão da Silva, José Romário da Silva

Resumo


A utilização de polímeros hidroretentores a nível de semiárido se constitui em uma prática recente que vem ganhando cada vez mais espaço na agricultura. A partir do exposto, o presente trabalho teve por objetivo avaliar a influência de diferentes turnos de rega e polímero hidroretentor na qualidade de frutos de melancia cultivada em condições semiáridas. O experimento foi conduzido na Universidade do Estado da Bahia em Euclides da Cunha – Bahia. O delineamento estatístico foi de blocos casualizados. Os tratamentos consistiram na adoção de três turnos de rega, sendo: 1D – diariamente; 2D – a cada 1 dia; 3D – a cada 2 dias. As variáveis analisadas foram: número de frutos (NF) e peso de frutos (PF). Com auxílio do software Sisvar® foi realizada a análise de variância (ANOVA) e as médias foram comparadas pelo teste Tukey ao nível de 5% de probabilidade. O polímero hidroretentor influenciou de forma significativa as variáveis, sendo responsável pelo maior número de frutos (1,83) e maior peso de frutos (9,14 kg). A partir dos resultados obtidos, observou-se a eficiência do polímero hidroretentor na produção de melancia no semiárido.


Palavras-chave


Citrullus lanatus; Produção; Hidrogel.

Texto completo:

15027

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2022 CC-BY-NC

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

 
ft_peri

Av. Sete de Setembro, 3165 - Rebouças CEP 80230-901 - Curitiba - PR - Brasil

logo_utfpr