Desmitificando a sensualidade naturalizada do ébano: Um estudo acerca da objetificação do corpo do homem negro

Walter Hugo de Souza Rodrigues

Resumo


A pesquisa realizada neste artigo partiu da naturalização da virilidade e masculinidade impostas a maioria dos homens negros desde quando nascem. Refletimos também acerca dos estereótipos e questões identitárias naturalizadas como identidade intrínseca, bem como do estigma que neste artigo foi pensado como atributo interseccionado com a virilidade e hipersexualidade da masculinidade do indivíduo que nasce com a “missão” de ser o objeto sexual sempre pronto e disposto a ser objetificado na sociedade. Para isso, realizamos estudos teóricos, e análises de algumas imagens e comentários retirados da internet referentes ao corpo do homem negro e sua complexidade com a finalidade de compreender e apontar os caminhos que foram construídos ao longo da história e se solidificaram no sistema normativo e excludente em que estes se encontram nas relações sociais.


Palavras-chave


Negro; Estereótipos; Masculinidade

Texto completo:

PDF


DOI: 10.3895/cgt.v13n41.9281

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 CC-BY-NC

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.
ft_peri

Av. Sete de Setembro, 3165 - Rebouças CEP 80230-901 - Curitiba - PR - Brasil

logo_utfpr