Página | 1
ACTIO, Curitiba, v. 3, n. 1, p. 1-18, jan./abr. 2018.
http://periodicos.utfpr.edu.br/actio
Levantamento bibliográfico de trabalhos
apresentados no ENEQ e ENPEC com a
temática tabela periódica
RESUMO
Luara Wesley Candeu Ramos
luaracand@gmail.com
Universidade Tecnológica Federal do
Paraná (UTFPR), Apucarana, Paraná,
Brasil
Larissa Caroline da Silva Borges
larissaborges@alunos.utfpr.edu.br
Universidade Tecnológica Federal do
Paraná (UTFPR), Apucarana, Paraná,
Brasil
Thanile Andressa Ghiraldi
thanileg02@hotmail.com
Universidade Tecnológica Federal do
Paraná (UTFPR), Apucarana, Paraná,
Brasil
José Bento Suart Júnior
suart@utfpr.edu.br
Universidade Tecnológica Federal do
Paraná (UTFPR), Apucarana, Paraná,
Brasil
O presente trabalho analisa qualitativamente a temática Tabela Periódica nos anais de
congresso: Encontro Nacional de Ensino de Química (ENEQ) e Encontro Nacional de
Pesquisa em Educação em Ciências (ENPEC), a partir dos anos 2000 até 2016. A
investigação pretende averiguar as temáticas que mobilizaram o interesse dos
pesquisadores, para que assim, este trabalho, sirva de subsídio na construção de uma
sequência didática, a qual será aplicada pelos alunos do Programa Institucional de Bolsas
de Iniciação à Docência (PIBID), Subprojeto Química, da Universidade Tecnológica Federal
do Paraná, cujas atividades desenvolvidas tem a finalidade de incentivar a formação e a
capacitação dos alunos, por meio da reflexão sobre a prática pedagógica. Como categorias
de análise dos trabalhos levantados foram utilizadas as linhas temáticas do ENEQ, dado a
maior parte do material de análise desta pesquisa pertencer a este evento. A partir dos
resultados apresentados é possível identificar a associação da temática Tabela Periódica à
atividades lúdicas, assim como a materiais didáticos para o ensino de química, objetivando
a motivação e o interesse dos alunos em aprender ciência, o que favorece o processo de
ensino e aprendizagem. Observa-se, ainda, um aumento significativo das produções no
decorrer dos anos, sendo que no ENEQ de 2016 a quantidade de trabalhos é superior às
demais edições dos eventos analisados.
PALAVRAS-CHAVE: Tabela periódica. Anais de congressos. Levantamento bibliográfico
ACTIO, Curitiba, v. 3, n. 1, p. 1-18, jan./abr. 2018.
INTRODUÇÃO
O presente trabalho, dentro do contexto de disponibilidade de diferentes
meios desenvolvidos para o ensino da tabela periódica, buscou a pesquisa de
artigos publicados nos Encontros Nacionais de Ensino de Química (ENEQ),
Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências (ENPEC), a partir dos
anos 2000 até 2016, na tentativa de compreender quais temáticas mobilizaram o
interesse dos pesquisadores. Tal levantamento bibliográfico é parte integrante
dos subsídios para a construção de uma sequência didática no interior do
Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) Subprojeto
Química, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná.
O PIBID tem, como alguns de seus objetivos, a elevação da qualidade das
ações acadêmicas voltadas à formação inicial de professores nos cursos de
licenciatura das instituições de educação superior e a inserção dos licenciados no
cotidiano de escolas da rede pública de educação, promovendo a integração
entre a Educação Superior e a Educação Básica. O Programa visa também
proporcionar aos futuros professores participação em experiências
metodológicas, tecnológicas e práticas docentes de caráter inovador e
interdisciplinar que busquem a superação de problemas identificados no
processo de ensino e aprendizagem.
A compreensão da Tabela Periódica se torna necessária para aprendizes da
ciência Química, já que a aprendizagem de diversos outros conceitos depende do
conhecimento das propriedades periódicas. Tem-se relatado em pesquisas as
dificuldades enfrentadas no ensino dos temas Tabela Periódica e periodicidade.
Por isso, a importância de se buscar estudar e desenvolver esta temática no
âmbito do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação Docência (PIBID), uma vez
que esta temática, pode possibilitar uma compreensão mais reflexiva sobre os
diversos aspectos que envolvem o processo de ensino e de aprendizagem da
Química.
Na educação em Química, tanto no ensino fundamental quanto no ensino
médio, os estudos sobre a Tabela Periódica são de fundamental importância para
a compreensão dos diversos conceitos químicos. Estes estudos, porém,
geralmente se dão de forma fragmentada. Tais equívocos praticados na educação
em Química sugerem que se faz necessário conhecer melhor a história da
elaboração e reelaboração da Tabela Periódica dos elementos químicos. Tanto no
ensino fundamental e médio quanto na licenciatura, um contato maior com essa
história poderia aumentar a compreensão sobre o funcionamento” da tabela
bem como sobre a própria história dos elementos (FLÔR, 2008).
Segundo o PCN+ (BRASIL, 2002) uma das possibilidades de se trabalhar a
tabela periódica de um modo mais significativo para os estudantes seria a sua
reconstrução histórica com base nas propriedades macroscópicas, tal como foi
feita por Mendeleev, além da discussão dos elementos e seus compostos com
foco nas propriedades periódicas (SOUZA, 2015).
A tabela periódica tradicional apresenta o nome de cada elemento, o
símbolo do elemento e o número atômico. Atualmente, existem tabelas
periódicas mais completas, que apresentam também propriedades atômicas e
propriedades físicas. Na internet se encontram disponíveis várias formas de
tabela periódica interativa. Considerando todo o desenvolvimento do
ACTIO, Curitiba, v. 3, n. 1, p. 1-18, jan./abr. 2018.
conhecimento relacionado à tabela periódica, torna-se importante identificar de
que forma essa apresentação é realizada (BARRETO, 2016).
Para Trassi (2001), ensinar corretamente como a tabela periódica foi
construída significa ensinar como o homem pensa em termos de ciência para
que, por meio das informações recebidas, o aluno possa chegar à compreensão
da realidade e do papel da Química, não adquirindo tais informações
passivamente. Esse autor também destaca que o computador pode ter um papel
muito importante como material de apoio, levando o aluno a se envolver com o
conteúdo, levantar hipóteses e chegar às suas próprias conclusões. Assim, dentre
as alternativas, o computador pode ser aliado se utilizado com disciplina, já que a
internet pode levar os alunos a um desvio do foco central para outros atrativos
que a web oferece.
Diante das disponibilidades dos diferentes meios desenvolvidos para o
ensino da tabela periódica, o presente artigo tem por objetivo fornecer
informações sobre trabalhos publicados na literatura como forma de subsidiar a
escolha de estratégias que possam levar a progressos no ensino aprendizagem.
Em consequência disso foi realizado o levantamento sobre as diferentes
estratégias para o ensino sobre e da tabela periódica, que ainda hoje representa
um marco histórico importante no desenvolvimento da Ciência Química. Com a
Tabela Periódica, a química chegou à maioridade, pois a partir dela a química
tinha agora uma ideia central sobre a qual todo um novo corpo de ciência podia
ser construído (STRATHERN, 2002).
METODOLOGIA
Como procedimento metodológico, foi realizado um levantamento de anais
de congressos, acerca do assunto tabela periódica. A pesquisa do material
envolveu a utilização das palavras-chave “Tabela Periódica”, “metodologia de
ensino de Tabela Periódica”, “ensino/aprendizagem de propriedades periódicas”,
“propriedades periódicas e “elemento químico” presentes nos artigos
publicados nos Encontros Nacionais de Ensino de Química (ENEQ) e Encontro
Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências (ENPEC), ao longo dos anos de
2000 até 2016.
A análise do material foi feita por meio da pesquisa qualitativa, que tem
como princípio o exame de materiais que ainda não receberam tratamento
analítico ou que podem ser reexaminados com vista a uma interpretação nova ou
complementar.
A partir dos dados obtidos analisamos, por meio de uma abordagem
qualitativa, os diferentes relatos e as conclusões tiradas pelos próprios autores, e
em seguida, após a leitura dos trabalhos, foi feita a separação dos mesmos por
grupos, sendo cada grupo com sua respectiva área de pesquisa advinda das
classificações propostas pelos próprios congressos, os quais apresentam suas
interpretações a respeito da eficácia da estratégia empregada, considerando as
vantagens e desvantagens de cada uma das propostas, com a finalidade de
verificar se os mesmos contribuem com o trabalho do professor no
desenvolvimento de estratégias.
Após a realização do levantamento bibliográfico dos trabalhos apresentados
no ENEQ e ENPEC com a temática Tabela Periódica, a partir de 2000, realizou-se a
ACTIO, Curitiba, v. 3, n. 1, p. 1-18, jan./abr. 2018.
categorização desses artigos, de acordo com as linhas temáticas presentes nos
anais desses eventos. Ao observar que os trabalhos apresentados são divididos
em linhas temáticas com diferentes nomes para pesquisas paralelas, buscou-se
elencar categorias correlatas entre esses eventos, utilizando como categorias
base as linhas temáticas do ENEQ, pois a maior parte dos trabalhos levantados
pertence a esse evento.
Consequentemente, utilizaram-se como categorias as seguintes linhas
temáticas: i) Ensino e aprendizagem; ii) Formação de Professores ; iii)Materiais
Didáticos ; iv) Linguagem e Cognição; v) Experimentação no Ensino ; vi) História,
Filosofia e Sociologia da Ciência; vii)Educação em espaços não-formais e
divulgação científica; viii) Tecnologias da Informação e Comunicação TIC, ix)
Educação ambiental; x) Abordagem Ciência, Tecnologia e Sociedade; xi) Currículo
e Avaliação; xii) Inclusão e Políticas Educacionais.
A seguir, busca-se ilustrar o contexto das produções encontradas no interior
dos anais dos congressos utilizados como fonte para o presente levantamento
bibliográfico.
RESULTADOS E DISCUSSÃO
Realizada a leitura dos artigos, com a finalidade de categorizá-los percebeu-
se que, das doze categorias elencadas a priori, e que são as linhas temáticas do
ENEQ, somente oito foram utilizadas. As categorias, v) Experimentação no
Ensino, vii) Educação em espaços não-formais e divulgação científica, ix)
Educação ambiental e xi) Currículo e Avaliação não possuíam artigos com o tema
Tabela Periódica.
Assim sendo, apresenta-se na figura 1, a seguir um gráfico que estabelece a
quantidade de artigos levantados por categorias elencadas.
Figura 1: Quantidade de trabalhos por categoria
Fonte: Autoria própria (2017).
Na figura 1 acima é possível observar a expressividade de trabalhos
apresentados com a temática Tabela Periódica nos eventos no período analisado.
Destaca-se especialmente o número de trabalhos nas categorias Ensino-
7
2
18
4
23
3 3
2
0
5
10
15
20
25
ACTIO, Curitiba, v. 3, n. 1, p. 1-18, jan./abr. 2018.
aprendizagem e Materiais Didáticos. Buscar-se-á, por meio dos artigos
analisados, a seguir, entender quais os fatores que levam essa temática ser
amplamente trabalhada nessas três categorias.
Os artigos que compõem as categorias elencadas na figura 1 seguem nos
quadros abaixo, explicitando-se as categorias e os perfis de artigos que as
compõem.
Categoria 1: Ensino e Aprendizagem
A análise dos artigos que compõem as categorias foi realizada com a leitura
somente dos resumos e linhas temáticas dos artigos, isso devido ao fato do
grande número de artigos que foram encontrados. Contudo no desenvolvimento
da pesquisa foram selecionados os que possuíam elementos que podem auxiliar
de forma efetiva na construção de uma sequência didática com a temática Tabela
Periódica. Esses artigos estão apresentados no Quadro 1, a seguir:
Quadro 1: Artigos da categoria Ensino e Aprendizagem
Título do artigo
Modalidade
Evento
Ano
Referência
EA1
Tabela periódica: uma aula
diferenciada.
Resumo
ENEQ
2008
MEDEIROS, E. S.; RIBEIRO, F. B.;
LIMA J. M.; FIELD´S, K. A. P.;
SANTOS L. A. M.; MORAIS L. M.;
ALVES A. J. V.; GUIMARÃES P.
G.; SILVA, A. F. G. M.; MENDES,
C. C. A. Tabela Periódica: uma
aula diferenciada. XIV ENEQ,
2008.
EA2
Vencendo os obstáculos do
ensino de química através
de histórias em quadrinhos
da tabela periódica dos
elementos.
Resumo
ENEQ
2014
SOUSA, B. A.; SOUZA, F. A.;
SILVA, N. C. L.; CUNHA, E. M. F.;
Zan, R. A. Vencendo os
obstáculos do ensino de
química através de histórias em
quadrinhos da Tabela Periódica
dos Elementos. XVII ENEQ,
2014
EA3
A história da química como
facilitadora do processo de
ensino-aprendizagem da
tabela periódica.
Resumo
ENEQ
2016
SILVA, T. G.; GOMES, S. S.;
BRITO, E. B.; FIGUEIRA, K. L.;
ROCHA M. A. G.; LIMA, M. C. P.;
PINHO, G. S. A. A História da
Química como facilitadora do
processo de ensino-
aprendizagem da Tabela
Periódica. XVIII ENEQ, 2016.
EA4
A utilização de jogos no
ensino de química: tabela
periódica.
Resumo
ENEQ
2016
PEREIRA, H. W. F.; CARDOSO, G.
O.; PALMA, R. S.; MARTORANO,
S. A. A.A utilização de jogos no
ensino de química: tabela
periódica. XVIII ENEQ, 2016.
EA5
Construindo uma tabela
periódica sob a perspectiva
da educação inclusiva.
Resumo
ENEQ
2016
CARVALHO, A. S.; SANTOS, C. L.;
SOUZA, G. L. C.; Xavier, G. S.
Construindo uma Tabela
Periódica sob a Perspectiva da
Educação Inclusiva. XVIII ENEQ,
2016.
EA6
Tabela periódica 3D um
recurso didático para o
ensino de ciências.
Resumo
ENEQ
2016
CHEPLI, V.; LAZZARIS, M. J.;
MARTINHO, U. J.; MOREIRA, A.
M.; AREND, K. Tabela periódica
3d um recurso didático para o
ensino de ciências. XVIII ENEQ,
2016.
EA7
Análise das concepções
dos estudantes sobre
Resumo
ENEQ
2016
FREITAS, L. A. B.; SOUZA, F. L.;
MENDES, A. M. V. Análise das
ACTIO, Curitiba, v. 3, n. 1, p. 1-18, jan./abr. 2018.
Título do artigo
Modalidade
Evento
Ano
Referência
propriedades periódicas
dos elementos
considerando os níveis do
conhecimento químico.
concepções dos estudantes
sobre Propriedades Periódicas
dos elementos considerando os
níveis do conhecimento
químico. XVIII ENEQ, 2016.
EA8
Aprendendo química com
a gincana da tabela de
biscoitos.
Resumo
ENEQ
2016
MARQUES, R. R. Aprendendo
química com a GINCANA DA
TABELA DE BISCOITOS. XVIII
ENEQ, 2016.
EA9
Jogo lúdico “onde estou?”:
aula interativa sobre
distribuição eletrônica e
localização dos elementos
químicos na tabela
periódica.
Resumo
ENEQ
2016
FILHO, A. J. R.; RAMOS, E. C. S.
S.; CUTRIM, F. M.; SILVA, M. C.
M.; RIBEIRO, M. H. S.;
CAVALCANTE, K. S. B.; COSTA,
A. C.
Jogo lúdico “Onde Estou?”:
Aula interativa sobre
distribuição eletrônica e
localização dos elementos
químicos na tabela periódica.
XVIII ENEQ, 2016
EA10
Minha bela tabela: uma
proposta investigativa para
auxiliar a aprendizagem
significativa acerca da
tabela periódica partindo
de substâncias do
cotidiano.
Resumo
ENEQ
2016
FIGUEIRA, K. L.; BRITO, E. B.;
GOMES, S. S.; OLIVEIRA, M. S.;
ROCHA, M. A. G.; LIMA, M. C.
P.; PINHO, G. S. A.
Minha bela tabela: uma
proposta investigativa para
auxiliar a aprendizagem
significativa acerca da tabela
periódica partindo de
substâncias do cotidiano. XVIII
ENEQ, 2016.
EA11
Química e literatura na
obra “a tabela periódica de
Primo Levi” por meio de
experimentos
investigativos.
Resumo
ENEQ
2016
SOUSA, R. S. R.; BOTELHO, D.
A.; BICHO, V. A.; SILVA, M. D. B.;
VASCONCELOS, S. M. Química
e Literatura na obra “A Tabela
Periódica de Primo Levi” por
meio de experimentos
investigativos. XVIII ENEQ,
2016.
EA12
Terça insana: irmã Carmem
e o estudo das
propriedades periódicas
dos elementos.
Resumo
ENEQ
2016
SANTOS, A. C. F.; NUNES, A. L.;
CORRÊA, F.; FIORAVANÇO, L. P.;
RODRIGUES, O. E. D.; FOLETTO,
P. Terça Insana: Irmã Carmem e
o estudo das Propriedades
Periódicas dos Elementos. XVIII
ENEQ, 2016.
EA13
A inserção da astronomia
no ensino de química: a
origem dos elementos
químicos como catalisador
de práticas
multidisciplinares.
Resumo
ENEQ
2016
SILVA, L. F.; SILVA, G.R.; COSTA,
D.; CHAGAS, E. A inserção da
astronomia no ensino de
química: A origem dos
elementos químicos como
catalisador de práticas
multidisciplinares. XVIII ENEQ,
2016.
EA14
Os elementos químicos em
rótulos de alimentos:
alunos do EJA descobrindo
a importância da química
na alimentação.
Resumo
ENEQ
2016
SILVA, M. L. F. S.; CRUZ, T. C. S.;
SILVA, D. V. G. Os elementos
químicos em rótulos de
alimentos: Alunos do EJA
descobrindo a importância da
química na alimentação. XVIII
ENEQ, 2016
EA15
O distanciamento do
letramento científico e da
abordagem histórica no
ensino e na aprendizagem
da tabela periódica
Trabalho
Completo
ENEQ
2008
PIRES, A. M.; MOREIRA, J. C. B.;
GONDIM, M. S. C. O
distanciamento do letramento
científico e da abordagem
histórica no ensino e na
aprendizagem da tabela
periódica. XIV ENEQ, 2008.
ACTIO, Curitiba, v. 3, n. 1, p. 1-18, jan./abr. 2018.
Título do artigo
Modalidade
Evento
Ano
Referência
EA16
O ensino da tabela
periódica por meio de
sequências didáticas
contextualizadas.
Trabalho
Completo
ENEQ
2014
COELHO, P. P. B.; ROSA, L. M.
R.; SIQUEIRA, B. I.; OLIVEIRA, C.
V.;
BASTOS, V. A. A.; RATES, A. R.;
SOUZA, J. A.; MONTEIRO, B. A.
P. O Ensino da Tabela Periódica
por meio de sequências
didáticas contextualizadas. XVII
ENEQ, 2014
EA17
O contrato didático na
abordagem das
propriedades periódicas
dos elementos químicos.
Trabalho
Completo
ENEQ
2014
SOUZA, L O.; SILVA, D. M.;
NETO, J. E. S.; SILVA, F. C. V. O
Contrato Didático na
Abordagem das Propriedades
Periódicas dos Elementos
Químicos. XVII ENEQ, 2014.
EA18
A tabela periódica na
educação de jovens e
adultos: um relato das
visões de contextualização
de professores de química.
Trabalho
Completo
ENEQ
2016
LIMA, J. F.; PAULA, T. P.;
MESSEDER, J. C. A tabela
periódica na educação de
jovens e adultos: um relato das
visões de contextualização de
professores de química. XVIII
ENEQ, 2016.
EA19
Tabela periódica montável:
uma proposta lúdica para a
construção de materiais
didáticos.
Trabalho
Completo
ENEQ
2016
SANTOS, A. M. S.; SANTOS, M.
V.; JUNIOR, O. V.; ALVES, D. Á.
Tabela periódica montável:
Uma proposta lúdica para a
construção de materiais
didáticos. XVIII ENEQ, 2016.
EA20
Tabela periódica: elemento
mediador para ensinar
química.
Trabalho
Completo
ENEQ
2016
ZERGER, K. F.; MELO, M. M. R.;
LUCA, A. G. Tabela periódica:
elemento mediador para
ensinar química. XVIII ENEQ,
2016.
EA21
A transposição didática do
conteúdo propriedades
periódicas dos elementos
químicos.
Trabalho
Completo
ENEQ
2016
SILVA, P. N.; SOUZA, L. O.;
SILVA, F. C. V.; NETO, J. E. S. A
Transposição Didática do
Conteúdo Propriedades
Periódicas dos Elementos
Químicos. XVIII ENEQ, 2016.
EA22
Análise da contribuição do
desenho de estudantes
sobre elementos químicos
para o processo de ensino-
aprendizagem.
Trabalho
Completo
ENEQ
2016
UNDLATSCH, A.; SILVA, C. S.
Análise da contribuição do
desenho de estudantes sobre
elementos químicos para o
processo de ensino-
aprendizagem. XVIII ENEQ,
2016.
EA23
A tabela periódica: um
recurso para a inclusão de
alunos com deficiência
visual
Trabalho
Completo
ENPEC
2005
BRITO, L.G.F.; Silva, M.G.L. A
tabela periódica: um recurso
para a inclusão de alunos com
deficiência visual. X ENPEC,
2005.
Fonte: Autoria própria (2017).
Observou-se que nessa categoria foram alocados artigos nos quais são
abordados métodos diferenciados de ensino que favorecem a aprendizagem dos
conceitos científicos; diversas atividades de cunho dico envolvendo a temática;
trabalhos que possuem de forma mais sutil questões ambientalistas e de inclusão
social assim como modalidades diferenciadas de ensino, como a educação de
jovens e adultos.
Percebe-se ainda que, de todas as categorias apresentadas essa é a que
possui maior quantidade de artigos. Um fator que pode contribuir para isso é a
amplitude que a expressão “ensino e aprendizagem” carrega, pois, os diferentes
produtos das pesquisas educacionais averiguam como se dão esses processos de
ACTIO, Curitiba, v. 3, n. 1, p. 1-18, jan./abr. 2018.
ensino e aprendizagem, o que contribui para o grande número de trabalhos
presentes nessa categoria.
Destacam-se nessa categoria os artigos “O ensino da tabela periódica por
meio de sequências didáticas contextualizadas”, “Tabela periódica montável:
uma proposta lúdica para a construção de materiais didáticos”, “Os elementos
químicos em rótulos de alimentos: alunos do EJA descobrindo a importância da
química na alimentação”. Tem-se nesses artigos a construção dos conceitos
científicos referentes à tabela periódica, com intuito de favorecer a
aprendizagem, proporcionando aos estudantes a aquisição dos processos que
levaram a construção da tabela periódica que se tem na atualidade, ou seja, o
caráter histórico da construção da ciência. Outro aspecto interessante e muito
importante de ser ressaltado é o caráter lúdico das atividades que foram
desenvolvidas nesses trabalhos, pois facilitam o interesse e a motivação dos
alunos para aprender ciência, possibilitando o desenvolvimento dos conteúdos
procedimentais relacionados à esfera do saber fazer ciências adquiridos ao se
realizar a construção da tabela periódica com reflexão.
Os demais artigos analisados apresentam abordagens muito semelhantes
aos do artigo “Tabela periódica montável: uma proposta lúdica para a construção
de materiais didáticos”. Contudo a maior parte desses trabalhos foi apresentada
na modalidade de resumo, sem uma descrição detalhada das atividades
desenvolvidas.
Categoria 2: Formação de professores
Esta categoria destinou-se aos artigos que apresentam em sua pesquisa
elementos que envolvem a temática Tabela Periódica e a formação de
professores de ciências, os resultados seguem no Quadro 2:
Quadro 2: Artigos da categoria formação de professores
Título do artigo
Modalidade
Evento
Ano
Referência
FP1
A Tabela Periódica e a
Formação continuada de
professores.
Resumo
ENEQ
2016
REIS, G. L.; ALIANE, C. S. M.;
REIS, R. C. A Tabela Periódica
e a Formação continuada de
professores. XVIII ENEQ,
2016.
FP2
O conhecimento pedagógico
do conteúdo: lei e tabela
periódica. Uma reflexão para a
formação do licenciado em
química
Trabalho
Completo
ENPEC
2001
NEVES, L.S; NUÑEZ, I.S;
RAMALHO, B.L.; SILVEIRA G.
C. L; DINIZ, A.L.P. O
conhecimento pedagógico
do conteúdo: lei e tabela
periódica. Uma reflexão para
a formação do licenciado em
química. III ENPEC, 2001.
.
FP3
O elemento químico: o que
pensam os futuros licenciados
em química
Trabalho
Completo
ENPEC
2003
NUÑEZ, I. S; SILVA, M. G. L;
NEVES, L.S; RAMALHO, B.L. O
elemento químico: o que
pensam os futuros
licenciados em química. IV
ENPEC, 2003.
Fonte: Autoria própria (2017).
Nos artigos analisados nessa categoria pôde-se observar a necessidade de
fornecer aos professores de ciência uma formação capaz de atender as
ACTIO, Curitiba, v. 3, n. 1, p. 1-18, jan./abr. 2018.
demandas educacionais que são apresentadas pelos alunos. Nesse sentido,
percebe-se que no trabalho elencado, no ano de 2001, pesquisas
apresentavam a importância do conhecimento da tabela periódica pelos
professores de química, de forma que possam refletir criticamente sobre o modo
de ensinar os conceitos envolvendo essa temática.
Destaca-se a pequena quantidade de artigos envolvendo o tema Tabela
Periódica com foco específico na formação de professores de química. Diversos
fatores podem estar agregados a essa fração de trabalhos nessa categoria, um
desses pode ser o fato de que os trabalhos que abordam o ponto central desta
pesquisa analisam os produtos de sequências de ensino, aulas e atividades
ministradas nas escolas, sendo pouco expressivos os trabalhos que abordam a
temática considerando seu caráter unicamente teórico.
Categoria 3: Materiais Didáticos
Nesta categoria, foram agrupados artigos que demonstram a utilização de
diferentes materiais no favorecimento do Ensino de Química. Essa relação está
apresentada no Quadro 3.
Quadro 3: Artigos da categoria materiais didáticos
Título do artigo
Modalidade
Evento
Ano
Referência
MD1
Elaboração de Tabelas
Periódicas para a facilitação da
aprendizagem de Química para
alunos deficientes visuais.
Resumo
ENEQ
2008
OLIVEIRA, C. A. F.; FILHO,
J. B. M. R; SOUSA, K. V.;
LIMEIRA, K. A. C.;
ANDRADE, L. R.; BATISTA,
P. K.; JÚNIOR< U. G. S.
Elaboração de Tabelas
Periódicas para a
facilitação da
aprendizagem de
Química para alunos
deficientes visuais. XIV
ENEQ, 2008.
MD2
Análise da tabela periódica nos
livros didáticos de química do
PNLD 2012.
Resumo
ENEQ
2012
GARCÊS, B. P.; BARROS,
T. T.; PRADO, N. S.
Análise da tabela
periódica nos livros
didáticos de química do
PNLD 2012.XVI ENEQ,
2012
MD3
Análise do uso do livro “Química
na abordagem do cotidiano” e a
aplicação de um jogo didático
no ensino da Tabela Periódica:
estudo de caso.
Resumo
ENEQ
2012
BORGES, M. N.; CHACON,
E. P. Análise do uso do
livro “Química na
abordagem do cotidiano
e a aplicação de um jogo
didático no ensino da
Tabela Periódica: estudo
de caso. XVI ENEQ, 2012.
MD4
Jogo “Perfil da Tabela
Periódica”: Uma proposta de
material didático.
Resumo
ENEQ
2012
ABREU, E. C. F.;
BARBOSA, A. F. M.;
ERDMANN, A.; PEREIRA,
B. G. N.; Mendes, R. B.;
RABELO, R. J. B.; SILVA, V.
N.; FERREIRA, S. A. D.;
MARTINS, D. G. Jogo
“Perfil da Tabela
Periódica”: Uma proposta
de material didático. XVI
ENEQ, 2012.
MD5
A contribuição do jogo didático
Resumo
ENEQ
2016
JUSTINO, M. N.; SILVA, A.
ACTIO, Curitiba, v. 3, n. 1, p. 1-18, jan./abr. 2018.
Título do artigo
Modalidade
Evento
Ano
Referência
na aprendizagem dos conteúdos
de Tabela Periódica.
A. R.; Souza, D. G.; Lopes,
E. S. T.; E. J.; CUTRIM, F.
M.; MARQUES, G. N.;
SANTOS, J. L.; ARAÚJO R.
S. A contribuição do jogo
didático na aprendizagem
dos conteúdos de tabela
periódica. XVIII
ENEQ,2016.
MD6
Ábaco da Tabela Periódica - A
interatividade e o uso de
materiais acessíveis para o
despertar do interesse pela
Química.
Resumo
ENEQ
2016
COSTA, I. S.; RIBEIRINHA,
A. M. T.; TINTI, J. M.;
SANTOS, L. S.; FERREIRA,
M. G.; OLIVEIRA, M. S.;
CRUZ, V. O.; SANTOS, A.
P. B.
Ábaco da Tabela
Periódica - A
interatividade e o uso de
materiais acessíveis para
o despertar do interesse
pela Química. XVIII ENEQ,
2016.
MD7
Análise de uma atividade lúdica
para aprender a tabela
periódica.
Resumo
ENEQ
2016
GOMES, E. B.; OLIVEIRA,
T. R. C. Bingo dos
Elementos Químicos:
Uma Proposta de
Atividade Lúdica e
alternativa para o ensino-
aprendizagem da tabela
periódica. XVIII ENEQ,
2016.
MD8
Brincando com a tabela
periódica.
Resumo
ENEQ
2016
OLIVEIRA, P. J.M.;
FERREIRA, U. V. S.
Brincando com a tabela
periódica. XVIII ENEQ,
2016.
MD9
Construção de uma tabela
periódica com material de baixo
custo utilizada como recurso
didático para o ensino da
química aos deficientes visuais.
Resumo
ENEQ
2016
SOUSA, H. S. A.; VIROLI,
S. L. M.; VIROLI, S. G.;
ALMEIDA, J. N.; RAMOS,
M. L. Construção de uma
tabela periódica com
material de baixo custo
utilizada como recurso
didático para o ensino da
química aos deficientes
visuais. XVIII ENEQ, 2016.
MD10
Elementar: um jogo didático
para o ensino da Tabela
Periódica.
Resumo
ENEQ
2016
LEAL, J. V. C.; SANTOS, J.
C. S.; SILVA, C. S.
Elementar: um jogo
didático para o ensino da